fundo home

“Mas professor, para que eu preciso aprender isso?”

Esta é uma pergunta bem frequente nas aulas de matemática e as chances de você tê-la ouvido são bem grandes. O fato é que essa pergunta tão corriqueira deu origem ao Matreemática. Aqui te mostraremos as aplicações da matemática, curiosidades, fatos históricos e outras coisas que deixarão a matemática mais divertida e interessante até mesmo para aqueles que não gostam da disciplina, tudo isso com uma linguagem simples, objetiva e envolvente.

ramos do matreematica
fundo com elementos matemáticos

Por que aprender matemática?

“A matemática é a rainha das ciências.” – Carl Friedrich Gauss

Se você já se perguntou algo assim, Gauss tem a resposta ideal. Mas, caso você queira alguns motivos a mais para aprender essa ciência, o Matreemática vai fazer o possível para te convencer. A matemática é uma ciência que nos acompanha desde o surgimento das primeiras civilizações humanas, e hoje pode-se dizer que é uma das áreas mais importantes da ciência.

Podemos não perceber, mas ela faz mais parte da nossa vida do que imaginamos. Mesmo na forma mais básica, como por exemplo uma adição de números, a matemática não deixa de ser matemática. Neste momento você pode estar se perguntando: “Ok, usamos matemática o tempo todo, mas qual a finalidade de aprendermos matrizes, equações, funções, trigonometria e todas aquelas coisas difíceis?”.

Bem, pode ser que você não vá usar muitas dessas coisas dependendo da área que for seguir no futuro, porém, elas não deixam de ser menos importante, pois sem elas, o dispositivo que você está usando para acessar este site não existiria, carros não estariam nas ruas, aviões não estariam nos céus e sua casa talvez não estivesse aí.

Portanto, a matemática está por toda parte e você a utiliza o tempo todo, mesmo sem perceber.

Desse modo, aqui no Matreemática queremos mudar sua visão sobre o mundo e te mostrar onde encontrar em sua vida a matemática que você aprende na escola, contribuindo para sua formação não só como aluno e profissional, mas também como cidadão.

fundo sobre o projeto
placa-matreematica

O Matreemática surge como produto do projeto de pesquisa “A importância da contextualização e das tecnologias digitais no ensino e aprendizagem da matemática”, que iniciou-se em outubro de 2019 e faz parte do programa Pesquisando Desde o Primeiro Dia (PDPD) da Universidade Federal do ABC (UFABC).

O objetivo principal do projeto foi desenvolver e avaliar um website (o Matreemática) que utilizasse a contextualização para ensinar a matemática do Ensino Médio. Desse modo, o projeto procura contribuir para um novo modo de ensinar matemática que utilize não somente a parte técnica da disciplina, mas também aspectos históricos, aplicações e curiosidades.

Caso queira conhecer um pouco mais sobre o projeto, dê uma olhada o relatório final clicando no botão abaixo.

fundo resultados

Resultados

O website passou por duas fases de avaliação: 1- com especialistas (3 em tecnologias educacionais e 2 em matemática) e 2- com 48 alunos do 9° ao 3° ano do Ensino Médio. Em ambas as fases, os avaliadores avaliaram o ramo da Aritmética e forneceram respostas similares nas perguntas que lhes foram feitas.

De acordo com eles, o website possui uma boa interface e uma boa linguagem, além de ter um conteúdo que se mostrou relevante ou parcialmente relevante ao aprendizado de 97.9% do alunos entrevistados. Desse modo, podemos dizer que o tipo de conteúdo apresentado pode ajudar no processo de ensino-aprendizagem da matemática.

Dê uma olhada em alguns comentários feitos pelos alunos durante a fase 2 de avaliação:

  • A13 (pergunta 4.4) – “Gostei de tudo, e está escrito de forma clara e simples, então dá pra entender bem sobre o conteúdo”
  • A45 (pergunta 5.2) – “Muito interessante esse projeto, ajudará muitas pessoas, como por exemplo eu, que não sou tão boa com essa matéria.”
  • A47 (pergunta 4.4) – “Algo que nunca vi antes”

Isso foi apenas um resumão de tudo que aconteceu durante o projeto, se quiser saber mais, dê uma olhada no relatório final que está logo acima na seção anterior. 😉

homem pensativo

FAQ

mulher pensando